segunda-feira, outubro 28, 2013

Resenha: Will&Will

Após o termino de Will&Will, cheguei a seguinte conclusão: Não sou fã de John Green. Mas depois comento mais a respeito.

Quem produziu o livro foi a Galera e a edição está impecável. Há pessoas que digam que a capa é péssima, mas eu achei que a simplicidade dela o torna único. E essa capa prateada é só amor (APAIXONADO!). A diagramação é perfeita também, mas o único problema é o conteúdo...

O livro para mim não passa de um romance tosco e sem conteúdo. Ele começa mostrando a visão de cada Will e é muito fácil perceber a visão de cada um do mundo. O Will1 (vou chamá-lo assim) tem em seu capítulo uma escrita mais suave, já o Will2 tem uma escrita bem bagunçada e NÃO TEM LETRAS MAIÚSCULAS, nem em começo de parágrafo, nem depois de pontos, o que torna fácil identificar quem é quem. O livro vai desenrolando e contando sobre cada um deles até que o destino deles se cruzam. E aí começa o desenrolar da estória.

Bom, o livro não tem um fator surpresa, ou melhor, ele até tem, mas só aparece no final. Mas, porque colocar a melhor parte no final? Você fica entendiado até o fim de livro e quando chega fala "nossa, que legal" e o livro acaba. Tipo, OI?!

A respeito do João Verde (John Green para os não-íntimos), li dois livros dele e me decepcionaram profundamente (O Teorema Katherine e Will&Will). Agora vou ler A Culpa é das Estrelas e estou torcendo para não me arrepender novamente.




É a avaliação especial comemorativa de Jogos Vorazes - Em Chamas já que dia 15/11 lança o segundo filme da saga. Awn! Até a próxima!



Reações:

Quem escreve?

Quem escreve?

Facebook

Galeria de Fotos

Skoob

Copyright © Parte de Minha História | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com