terça-feira, julho 09, 2013

Intersecção


E por aqui ta tudo na mesma. Tirando que você não ta aqui. O que muda tudo. Mas o resto ta igualzinho. Eu descobri que junto com aquela camiseta do Foo Fighters  e seu livro do Leminski que você deixou no meu  armário, também deixou um pouco de você comigo. Sabe aquele seu lado hipster que eu tanto tirava sarro? O próprio. Me encontrei interpretando uma música do Arctic Monkeys como você interpretaria, vendo a profundidade onde o resto do mundo só via a superfície.
E saber que você ainda vive dentro de mim é o maior paradoxo de todos. Fico com raiva por não ter te esquecido mesmo depois de tudo que você fez comigo eu ainda penso em você mas fico imensamente feliz pro ter sido real. Sinto o gosto amargo na garganta, um gosto que eu não sei se eu tolero e acabo engolindo, ou se cuspo pra fora junto com todas essas palavras.
Eu precisei de você longe pra saber que eu já tinha acostumado perto, que já tava grudado, e que desgrudar de repente doi. A dor é imutável, o que muda é a nossa capacidade para aguentar. Por mais difícil que seja admitir isso, nos tornamos mais fortes com cada tombo que levamos. Mas eu não em importaria de ser fraca junto com você.


Mariana Rosa Futura publicitária que overthink mais do que o resto das pessoas, shopaholic em tratamento, compulsiva por doces, mas eu juro que sou normal.







Reações:

Quem escreve?

Quem escreve?

Facebook

Galeria de Fotos

Skoob

Copyright © Parte de Minha História | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com