segunda-feira, maio 19, 2014

Por que confiei em você?


Foi amor a primeira vista? Pode-se dizer que sim.
Ela viu ele pela primeira vez na faculdade, na aula de marketing, como poderia não se apaixonar por aquele sorriso, aqueles olhos e aquele jeito cativante de ser, aquele jeito de tratar bem as pessoas, tratar bem a todos que estavam a sua volta. Ela estava namorando quando o conheceu e não podia se aproximar ou falar sobre os seus reais sentimentos, ela apenas sentiu e guardou para si. O grande problema é que ela não soube desfaçar e acabaram desconfiando do que ela sentia. Ela errou e não negou. Isso poderia custar uma amizade que se iniciava com ele. Ela quase o perdeu, mas isso não aconteceu.
Ele cultivava ela casa dia mais.
Ela o amava mais a cada dia que se passava.
Ele não percebia isso e se percebia fingia não ver.
Ela não queria mentir para o namorado, era injusto fazer uma pessoa amar e esse amor não ser reciproco. Ela deu um fim.
E esse foi o começo.
O fim fez ela querer se entregar mais a ele, se entregar completamente, tanto que ela não dominou seus atos. Ela confiou nele como nunca havia confiado em ninguém.
Foi perfeito.
Porém ela não sabia qual o real motivo de ter confiado tanto nele. Ela se entregou e ela estava feliz. Mesmo não entendendo o que sentia e sabendo que ele não sentia nada por ela. Na verdade ela sabia, só não queria admitir o que sentia porque sempre soube que ele nunca sentiria o mesmo.
Ele era louco, lindo e sabia conquistar ela cada vez mais. Ela começou a achar que vivia uma aventura e três meses dessa aventura se passaram. Tempo que ela não se arrependeu de ter vivido. Mas modificaria algumas coisas se tivesse o poder de voltar no passado.
Oque essa garota queria saber de verdade era o que ele sentia por ela, o que ele achava dela, o que ele realmente queria dela. Ela temia o pior. Porém ela não sabia como perguntar ou como descobrir. Eles começaram a se separar aos poucos e isso doía muito, doía, mas ela nunca derramou uma lágrima por ele, ela era feliz por ter um pouco dele e não conseguia ficar triste mesmo com a distância. Ela o amava e não podia contar, e sabia que um dia o perderia. Um dia seria o fim.


Reações:

Quem escreve?

Quem escreve?

Facebook

Galeria de Fotos

Skoob

Copyright © Parte de Minha História | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com