sexta-feira, maio 09, 2014

Resenha: Uglies (Feios)




Sinopse:Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá. Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.






Eu li Feios faz um tempo, mas resolvi ler novamente porque ando tendo alguns problemas com distopias e queria dar mais uma chance a elas, confesso que da primeira vez que li odiei a estória porque eu não acredito que uma sociedade possa se tornar "perfeita" algum dia. 
Feios conta a estória de Tally uma feia que estar a poucos meses de se tornar uma perfeita, isso porque a sociedade/governo faz uma operação em todas as pessoas para que elas fiquem parecidas fisicamente, isso acaba com o preconceito, guerra e desigualdade social. Isso parece uma coisa inovadora, quem não queria viver em um lugar onde todas as pessoas fossem perfeitas, lindas e não existisse preconceito? Porém tem alguns "feios" que não querem fazer essa mudança e continuar com a aparência genética, então eles se escondem para viver uma vida normal. Tally não sabia da existência desses "feios" até conhecer a Shay, uma garota que não quer ser perfeita. Shay nas vesperas do seu aniversário de 16 anos (quando ela se tornaria perfeita) foge para a fumaça, mas antes de ir deixa dicas de como chegar lá para a Tally. Essa quer ser uma perfeita, e não aceita ir com Shay, porém parece que se tornar uma perfeita não é mais uma opção dela, ou melhor nunca foi, os Especiais não a deixam passar pela transformação até que ela diga onde encontrar a Fumaça. Tally fez uma promessa para Shay de nunca contar a ninguém sobre a existência desse lugar, mas está em jogo o seu futuro como perfeita, ela não quer ser uma feia para sempre, e antes de prometer a Shay ela prometerá a seu amigo Peris que se tornaria uma perfeita para ficar com ele na Nova Perfeição. Tally agora está como eu diria "entre a cruz e a espada", trair a confiança de sua nova amiga ou cumprir a promessa feita para seu melhor amigo. 

"  — Ah, isso mesmo. 
Mais dois meses e estaremos presas do outros lado do rio.
Uma vida perfeita e entediante."
(Pág. 52)

Digo que eu não gostaria nem um pouco de ficar na pele da Tally, uma menina de 16 anos que precisa tomar muitas decisões e entender os reais motivos da transformação. 
Como eu disse, já havia lido anteriormente esse livro e não tinha tido a mesma visão que tive ao ler agora, digo mais, Feios é uma distopia que te leva a pensar se realmente a beleza é tudo e se realmente ao tentarmos ser "perfeitos" não estamos pensando de forma erronia. 
Gostei muito dos livros e logo irei ler os outros três. 

"  — Talvez não quisessem que vocês percebessem que toda civilização tem sua fraqueza —  disse David, em tom baixo."
(Pág. 337)

O livro é da Editora Galera Record, a capa creio eu que seja a Tally como feia, apesar de ela não ser feia, gostei do padrão de capas que tem essa coleção. Folhas amarelas e diagramação muito boa, capítulos nem curtos nem longos, tamanha ideal, um livro de tamanho pequeno, parece aqueles pocket. 


Reações:

Quem escreve?

Quem escreve?

Facebook

Galeria de Fotos

Skoob

Copyright © Parte de Minha História | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com