terça-feira, novembro 25, 2014

Resenha: O Lado Bom da Vida

O Lado Bom da Vida, Matthew Quick
256 páginas, Instrínseca.

Boa galerinha?! To aqui hoje com um dos livros mais apaixonantes atualmente, O Lado Bom da Vida, eu li antes de ter saído o filme e posso dizer que na mesma hora já me apaixonei (e shipei muito) pelo casal Pat e Tiffany. Duas pessoas que vivenciaram as piores coisas da vida. Uma acredita que para tudo há um lado bom. A outra prefere ser realista sobre tudo, sem se importar se irá ou não ferir o sentimento de alguém.  São como água e vinho, e essa amizade os ajuda e os fortalece por que ambos têm problemas psicológicos, tomam remédio e se distraem com exercícios físicos. O livro conta uma história que emociona de verdade e nos choca com acontecimentos, pois é fácil se identificar em muitos deles. É um livro sobre obstáculos vencidos e outros piores na frente, mas que podemos derrubar sem nos machucar, mesmo correndo riscos. 
“Não quero ficar no lugar ruim, em que ninguém acredita no lado bom das coisas, no amor ou em finais felizes, e onde todo mundo me diz que Nikki não vai gostar de meu novo corpo, nem vai querer me ver quando acabar o tempo separados. Mas também tenho medo de que as pessoas de minha antiga vida não sejam tão entusiásticas quanto estou tentando ser agora.”

Pat Peoples é um ex-professor de história , perto dos 30, torcedor alucinado dos Eagles e que acaba de sair do “lugar ruim”, que é como ele chama a clínica psiquiatra que ele frequentou durante o que ele se convenceu de que foram apenas alguns meses. Pat não se lembra do motivo de ter ido parar lá. Ninguém fala nada, ninguém comenta nada e ninguém pensa em nada do tipo. O que sabe é que sua esposa Nikki quis que passassem um tem separados. Com seu pai se recusando a falar com ele, sua esposa não aceita revê-lo e seus amigos evitam comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora um viciado em exercícios físicos e está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.


“ Bem, a pessoa tem aventuras. Todas começam com encrencas, mas logo você assume seus problemas e se torna uma pessoa melhor, trabalhando duro, que é o que fertiliza o final feliz e permite que ele floresça”


Com o tempo seu passado aos poucos ressurge em sua memória, Pat começa a entender que é melhor ser gentil que ter razão e faz dessa convicção sua meta. Tendo a seu lado o excêntrico e maluco psiquiatra Dr.Patel (que também é amante dos Eagles) e Tiffany(que odeia futebol americano), a cunhada viúva de seu melhor amigo, Pat descobrirá que nem todos os finais são felizes, mas que sempre vale a pena tentar mais uma vez. Um livro comovente sobre um homem que acredita na felicidade, no amor e na esperança.

Entre seções com seu terapeuta, Cliff, jogos dos Eagles, corridas silenciosas com Tiffany, exercícios físicos sem fim no porão de sua casa, ele ainda espera pela volta de Nikki e alguns momentos de fúria, Pat segue sua vida. Até que tudo vira de cabeça para baixo novamente.
 Pat lembra dos motivos que o levaram para o lugar ruim, lembra o que fez, lembra o porque do ódio que tem pelo saxofonista Kennie G., lembra de tudo. O que faz sua mente pirar novamente e ai vem mais dores, mais ódio, mais um pouco de tudo que indica que ele vai voltar para o lugar ruim, mas Pat quer uma vida normal novamente, assim como Tiffany quer um novo amor.


“Sempre haverá uma parte de mim que será detestável. Mas eu gosto disso.”


O livro é forte, impactante, engraçado, triste e incrívelmente surreal.  O Lado Bom da Vida não é um livro sobre positivismo, sobre ser bom ou nada do tipo, é um livro sobre uma mente perturbada que busca um lugar no mundo novo, depois de quatro anos perdido em algum lugar da mente.




“a vida não é um filme de censura livre para fazer com que a pessoa se sinta bem. Muitas vezes a vida real acaba mal”















Extra: Sinopse do Filme !!!


Lançamento (2h2min
Dirigido porDavid O. Russell
ComBradley Cooper, Jennifer Lawrence, Robert De Niro
GêneroComédia dramática
NacionalidadeEUA
Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.



<3




Reações:

Quem escreve?

Quem escreve?

Facebook

Galeria de Fotos

Skoob

Copyright © Parte de Minha História | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com