segunda-feira, maio 12, 2014

Resenha: "Como viver eternamente"





Sinopse: "Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos."







Essa é a segunda vez que leio "Como viver eternamente", a primeira vez foi em 2009 quando eu estava no segundo ano do ensino médio, confesso que li sem querer pois estava um dia na biblioteca da escola e não tinha o livro que eu realmente queria ler, vi esse livro na estante e decidi ler ele para saber sobre o que se tratava, não tinha nenhuma esperança de que fosse bom e também não achei que fosse ruim, me surpreendi muito com a simplicidade dele, com os desejos que um menino de 11 anos tem, os desejos dele, a simplicidade das palavras.
O livro conta a estória de Sam, um menino de 11 anos que tem leucemia e que após a descoberta da doença ele teve que começar a estudar em casa, no hospital ele conheceu um amigo o Felix que também estuda com ele em casa. O livro é narrado pelo Sam e é como um diário, nele ele relata não só as coisas que acontece no seu dia a dia, mas também algumas listas de coisas que ele quer fazer. Como disse são coisas muito simples, coisas que monstra o quanto pode chegar a inocência de uma criança. Dá para sentir também o que as pessoas a volta dele sentem em relação a doença. 

PERGUNTAS QUE NINGUÉM RESPONDE - Nº1
"Como você sabe que morreu?
(Pág. 24)


Enquanto lia pela segunda vez esse livro, eu lembrava das sensações que tive quando li anteriormente, chorei na mesma parte do livro, sorri nas mesmas partes, porém dessa vez eu compreendi mais o que um família passa quando tem um filho com essa doença e o quanto é doloroso ter que lidar com isso, nenhuma mãe ou pai merece passar por isso, e creio que essa família tinha muitas esperanças na vida do Sam. 
Eu gosto muito desse livro e sim é um dos meus favoritos.

"Algumas coisas são perfeitas do início ao fim"

O livro é da editora Geração Editorial, eu já li ele em duas edições, mas gostei dessa que a minha melhor amiga me presenteou, achei uma capa digna ao livro e claro as folhas e a diagramação são perfeitas. 




Reações:

Quem escreve?

Quem escreve?

Facebook

Galeria de Fotos

Skoob

Copyright © Parte de Minha História | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com